Pesquisar este blog

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Ex-libris Confissões de uma leitora comum

SPOILER FREE


Esse foi um livro desses que você compra por puro impulso e não consegue se aguentar e começa a ler assim que sobra um tempinho. Assim que percebi que era um livro de ensaios sobre livros, escrito por uma jornalista viciada em livros, simplesmente não pude me segurar! O livro ainda por cima estava em promoção! Ele não durou nem uma semana na minha estante... assim que terminei a Trilogia do Cairo (assim mesmo, pois foi no mesmo dia) comecei a devorar Ex-libris.

E não me arrependi, que livro delicioso! Me senti até uma pessoa normal comparada à autora. Anne Fadiman me supera de longe em termos de loucura por livros, e tem histórias maravilhosas para contar! E uma biblioteca bem mais vasta do que a minha, o que me fez me sentir até melhor com as minha estantes abarrotadas... e tem dicas interessantes sobre como arrumar a sua biblioteca, visões interessantes sobre como tratar os seus livros (agora já sei que sou muito arrumadinha com os meus) e sobre livros usados. Inclusive pensei muito nesse assunto... pois fui durante muito tempo uma ratinha de sebos, porém, conforme os anos foram passando e eu fui ficando mais alérgica, precisei trocar os sebos empoeirados por livrarias esterilizadas. E sinto saudades daquele ambiente, que a autora descreve tão lindamente...

Agora, é preciso avisar, a leitura de Ex-libris fica comprometida se você não sabe inglês, pois a autora é americana e brinca muito com as palavras (o que faz muito sentido conforme você vai conhecendo Anne e sua família, todos sofredores do mesmo mal), de forma que pelo menos um ensaio só faz realmente sentido se você sabe inglês, pois tem partes que ficam intraduzíveis.

Fora isso, a leitura é extremamente agradável e leve, recheada de citações belíssimas (todas devidamente traduzidas nas notas de rodapé) e discussões muito interessantes sobre o mundo da leitura. Imperdível para qualquer bibliófilo(a).

Nota 9!

Agora vou aproveitar para fazer um comentário sobre a Livraria Cultura, que foi onde comprei esse exemplar (que aliás, descolou a capa na primeira vez que abri o livro). Eu gosto muito dessa livraria, que é ótima para achar títulos difíceis e livros importados. Tem algumas boas promoções e as encomendas costumam chegar rápido. Mas sério, o que aconteceu com eles dessa vez?

Nunca vi nada igual. Pedi 3 livros, que vieram em 2 pacotes distintos (provavelmente porque vieram de estados diferentes, mas isso não é um problema). Com isso recebi 2 emails com os números dos pacotes para rastrear pelos correios. O primeiro, com 2 livros, veio direitinho, com o número certo e tudo mais. O segundo veio com um número inexistente.

Daí mandei um email para eles dizendo que o email veio com o número errado. A partir daí veio uma enxurrada de emails com números de rastreamentos os mais bizarros: livros postados mais de um mês antes e entregues para outros estados, mais números inexistentes... enfim, uma bagunça! Até que me mandaram um email dizendo que tinham postado novamente o livro.

No mesmo dia desse email, o livro chegou. Tinha sido postado direitinho, só confundiram o número de rastreamento mesmo. E agora, não sei se vou receber outro exemplar depois do feriado... se receber vou ficar com ele!

Nunca imaginei ver nada parecido na Cultura. Fiquei com uma impressão negativa. Como eles podem perder o código de uma encomenda?

Que bagunça... pelo menos o livro chegou. E só por causa disso vou continuar freguesa.

Um comentário:

  1. Me empresta semana que vem? chego sábado, vai dar tempo de eu ler.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião/crítica/comentário: